Por Nellie Andreeva

É dia de voltar ao trabalho para a estrela de Castle, Stana Katic, que começa a gravar hoje a oitava temporada da série popular da ABC. Foi um intervalo atarefado de três meses para Katic, no qual ela gravou dois filmes independentes, The Rendezvous e Sister Cities, e se casou. Além de interpretar a personagem principal feminina ao lado de Nathan Fillion, Katic adicionou um novo papel em Castle, como parte de seu contrato: produtora. Em sua primeira entrevista desde assinar para a oitava temporada, Katic fala sobre sua decisão de retornar, nos dá um gostinho da próxima temporada que promete balançar as coisas com os novos showrunners Alexi Hawley e Terence Paul Winter, fala do seu futuro na série e o que ela gostaria de fazer em seguida.

Foram algumas semanas de suspense para os fãs de Castle na última primavera quando os contratos de Fillion e Katic chegaram ao final. No meio de abril, Fillion, que interpreta Rick Castle tinha concordado com um novo contrato, mas o novo acordo de Katic não foi fechado até horas antes da ABC anunciar sua programação da temporada 2015-2016, em maio. Por detrás das câmeras, as coisas não foram tão dramáticas, Katic diz. “Para mim, não foi necessariamente no último minuto,” ela diz. “Eu não comecei a realmente falar sobre isso até depois de finalizarmos a (sétima) temporada. Muitas das discussões estavam acontecendo enquanto eu estava filmando The Rendezvous, então eu deixei meus representantes cuidarem disso. No final, foi bastante rápido.

Para Katic, assinar para a oitava temporada foi mais do que uma decisão de negócios. “Parte do meu processo de pensamento de tomar a decisão em fazer ou não outra temporada foi criativo, como isso seria,” ela disse. Levado em consideração foi o fato de que o criador de Castle Andrew Marlowe estava deixando a série após a sétima temporada. “Ele era parte em torna esta personagem (Kate Beckett) no que ela se tornou e ele tem sido parte deste diálogo sobre como criar uma heroína forte,” Katic disse.

Quando Hawley e Winter – ambos escritores-produtores experientes de Castle – foram nomeados showrunners, “Eu comecei a sentir que a personagem estaria a salvo no próximo capítulo de Castle. Eu me senti confiante que eles conheciam a história, a personagem – Terence tem estado na série desde o primeiro dia e alguns dos episódios mais interessantes para a minha personagem foram escritos por Alexi – e enquanto eles estão ansiosos em agitar as coisas e visam contar histórias desafiadoras, eles também protegeriam a integridade da personagem.

Após levar um dia para mudar de escritório de seu trabalho anterior como co-showrunner de The Following, Hawley, junto com Winter e a equipe de escritores de Castle, entrarem em um retiro de escritores onde eles resumiram uma bíblia para a oitava temporada. Como Hawley e Winter agitarão as coisas?

Há muitas mudanças” planejadas, Katic disse, observando que está animada sobre as ideias de Hawley e Winter, enquanto sendo recatada sobre a história da próxima temporada e a resolução do gancho final da sétima temporada, que deixou Beckett ponderando uma oferta para concorrer ao Senado do Estado de Nova York. Ainda assim, ela revelou alguma informação sobre os dois episódios iniciais e além.

Katic chamou o episódio 1 e 2 da oitava temporada de “irmão e irmã“. Cada um deles reflete as perspectivas de Castle e Beckett sobre “um evento que muda toda a temporada em uma velocidade maior” e “é parte do que vai definir tudo para os próximos 20 episódios“.

Aqui estão mais dicas sobre a oitava temporada. “Parte da coisa emocionante desta temporada é como Alexi e Terence tem previsto a versão cósmica de por que os dois personagens (Castle e Beckett) se uniram, como esses caminhos se combinaram. Ela mergulha na mitologia do desaparecimento e perda de memória de Rick, bem como o que inspirou Beckett a se tornar uma policial em primeiro lugar.

A oitava temporada será a última de Katic em Castle? É muito cedo para discutir isso, de acordo com Katic. “Eu não sei o que acontecerá com Castle e o seu futuro, já que estamos no começo do que será esta temporada.” Mas ela foi rápida em ressaltar que “como ator, se podemos contar muitas histórias e tivermos uma experiência criativamente gratificante, nós amamos ir e explorar um personagem.

Katic, que ganhou dois People’s Choice Awards por Castle, também está buscando expandir para além de atuar, para dirigir, bem como “encontrar ótimos projetos e ajudar a construí-los.” Ela chama isso de uma progressão natural para os atores, especialmente as mulheres, ressaltando que muitas atrizes que ganharam um Oscar o fizeram com filmes que elas ajudaram a desenvolver e produzir. “Trata-se de encontrar grandes filmes e história que eu possa fazer parte” que possa ou não possa ser um propulsor de carreira, Katic disse.

Katic está iniciando seu trabalho em Castle uma semana após o início das gravações para que ela pudesse finalizar a produção de seu segundo filme deste intervalo, Sister Cities, com Alfred Molina e Jackie Weaver, que ela acabou de fazer no fim de semana e agradeceu graciosamente a ABC por permitir um tempo afastada para o filme, que conta a história de quatro irmãs afastadas que se reúnem após o suposto suicídio de sua mãe.

Enquanto Sister Cities foi gravado em LA, a aventura de ação The Rendezvous, na qual Katic interpreta a personagem feminina principal ao lado de Raza Jaffrey, de Homeland, foi uma experiência completamente diferente. Foi filmado na Jordânia e marcou a primeira viagem de Katic ao Oriente Médio. “Foi única e maravilhosa,” Katic disse sobre a gravação que tinha que lidar com viagens através do deserto em um calor de 50ºC, segurar a câmera para o cruzamento de um camelo ou refazer uma tomada interrompida por uma chamada para oração. Por conta da economia da Jordânia não ser tão forte quanto a da América, a indústria cinematográfica local tem que se virar com menos. “As pessoas tentam fazer os filmes acontecerem com mais criatividade e há algo muito charmoso na generosidade das pessoas e desejo de fazê-lo acontecer.” Katic disse.

Além dos dois filmes e do casamento, Katic conseguiu um tempo este verão para trabalhar em sua fundação, o ATP, que promove viagens de maneiras alternativas. Ela passou um tempo em reunião com pessoas da Google, Metro, assim como da Casa Branca, discutindo uma questão da qual ela é muito aficionada. “Acho que este projeto é parte do próximo capítulo de como nosso planeta será, já que dentro dos próximos 10-20 anos 70% da população do planeta viverá em cidades,” ela disse. Katic está tentando dar o exemplo – se comprometendo a viajar por transporte público ou bicicleta pelo menos uma vez na semana.