O mais novo filme de Stana Katic, Liberté: A Call to Spy, fará sua estreia mundial na 57ª edição do Festival de Cinema Internacional de Edimburgo, na Escócia, que acontece de 19 a 30 de junho.

O filme que conta a história de três espiãs durante a Segunda Guerra Mundial compõe a seção American Dreams do festival, que oferece ao público filmes provocativos, de origem dos Estados Unidos.

Liberté: A Call to Spy estreia em 21 de junho, às 16:25 de Brasília (20:25 no horário local). Outra exibição do filme acontece em 22 de junho, às 11:20 de Brasília (15:20 no horário local).

Inspirado na história de mulheres recrutadas como espiãs pela Executiva de Operações Especiais (Special Operations Executive, SOE) durante a segunda Guerra Mundial que foram enviadas para a França para acabar com a máquina de guerra nazista.

A espiã da SOE, Vera Atkins (Stana Katic, Castle) recruta duas candidatas incomuns: Virginia Hall (Sarah Megan Thomas, também escritora e produtora), uma americana com uma perna de pau e Noor Inayat Khan (Radhika Apte), uma muçulmana pacifista. A fascinante história de uma irmandade de espiãs da vida real e o trabalho perigoso que elas fizeram para tentar deter Hitler.

Dirigido por Lydia Dean Pilcher, a duração do filme é de 123 minutos.

Há duas semanas, o ET Canadá publicou um teaser com as primeiras cenas do filme e imagens de bastidores.

Comparecerão na estreia: Sarah Megan Thomas, Radhika Apte, Rossif Sutherland, Linus Roche, Marc Rissmann e Lydia Dean Pilcher.

No total, este ano o festival exibirá 121 novos filmes de 42 países, incluindo 18 estreias mundiais. Quase 43% de todos os filmes ou curtas possuem uma diretora, enquanto outros têm a equipe composta predominantemente de mulheres. Para mais informações, visite o site do festival.